Gestão Estratégica na Área Social

Duração
1 ano

Titulação
Especialista

Modalidade
a distância

Selecione estado, cidade e polo para saber o valor da mensalidade:

Carregando dados...
Faça sua pré-inscrição!
Inscreva-se em

0800 642 6002

Matriz Curricular

MÓDULO DISCIPLINAS
1) Gestão e Liderança de Pessoal – 30 horas

Conceito de Liderança. A Organização. Estilos de Liderança e Gestão de Equipes. Modelos de Liderança. Eficácia da Liderança. O Contexto da Liderança. Ética e Liderança. A Importância das Habilidades Interpessoais – Habilidades de Negociação, Habilidades de Delegação, Habilidades de Aconselhamento, Habilidades Políticas. O Estabelecimento de Metas. A Motivação Humana e o Desempenho. O Reconhecimento. Planejamento Estratégico de Pessoas Desenvolvimento Organizacional. Gestão por Competências. Equipe de Trabalho. Clima Organizacional.

 

2) Políticas Sociais no Brasil – 30 horas

A implementação de políticas públicas sociais pela busca de uma vida mais digna a todos os cidadãos. Trajetória histórica das políticas sociais. A Sociedade Civil. O Estado. Análise de políticas públicas. Política social. Políticas sociais e assistência social. Políticas sociais e o Welfare State. Movimentos sociais. Financiamento de políticas sociais. Regulamentação das políticas sociais. Lei orgânica da assistência social. Política pública de assistência social. Conselhos gestores: contexto municipal, avaliação participativa, questão social, questão social e política. Política Nacional de Assistência Social (PNAS): princípios, diretrizes, objetivos, controle social. Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS). Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Políticas sociais no Brasil.

 

3) Orçamento, Despesa Pública, Plano de Contas e Patrimônio – 30 horas

Orçamento: planejamento e execução orçamentária, considerando a relação que se estabelece entre a publicidade e a fiscalização e controle dos atos do Estado. Princípios e objetivos da orçamentação pública. O Plano Plurianual – PPA e a Lei Orçamentária – LDO. Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) normas de finanças públicas voltadas à responsabilidade na gestão fiscal. Controle dos limites constitucionais e legais relativos à educação e à saúde: adiantamentos, transferências voluntárias, limites de endividamento e precatórios, operações de crédito. Controle interno governamental: controle pela autoridade administrativa; controle pelo poder legislativo; controle pelos tribunais e contas; controle pelos membros da sociedade em geral.

 

4) Planejamento em Saúde – 30 horas

Raízes históricas do planejamento. Campo de estudos do planejamento. As origens do planejamento em saúde. Estado, poder e planejamento em saúde. História da saúde pública no Brasil e a importância do planejamento. A saúde pública no reinado e no império. A saúde nas primeiras décadas do século XX. A saúde: da Segunda Guerra Mundial à Ditadura Militar. O SUS: bases constitucionais. O novo modelo de atenção do SUS. Planejamento: conceitos e métodos. Teorias do planejamento. Planejamento e gestão. Planejar e gerenciar. Processos e métodos de planejamento. Planejamento em saúde. Bases conceituais do planejamento em saúde. O pensamento estratégico de Mario Testa. O poder como categoria explicativa da vida social. O planejamento estratégico situacional. Regulamentação do SUS: leis orgânicas da saúde e normas operacionais. Saúde da família. Gestão, descentralização e financiamento. Política nacional de atenção básica. Pactos: pela saúde, pela vida, em defesa do SUS. Planejamento financeiro do SUS: orçamento público.

 

5) Gestão de Pessoas, Responsabilidade e Ética nas Políticas Sociais – 30 horas

Gestão de pessoas: definições de organizações. Tipos de organizações: social, formal e informal. Conceito de gestão de pessoas. Visões de mundo e concepções de pessoas no mundo do trabalho e novas concepções de gestão de pessoas. Conceito de competência. Planejamento estratégico de pessoas: ferramentas e estilos de liderança e sua influência na gestão de pessoas. Conceito de liderança. Gestão de pessoas em ambiente dinâmico e competitivo. Importância do papel do gestor público na gestão de pessoas. Ética e responsabilidade social (aspectos conceituais).  Ética na gestão pública/políticas sociais. Prática profissional e ética no contexto das políticas públicas. Características de Aprendizagem em Gestão. Aprendizagem Organizacional. Inteligência emocional.

 

6) Metodologia da Pesquisa Científica – 30 horas

Conceituação e natureza da pesquisa científica. As formas de conhecimento: ciência, senso comum e ideologias. O método das ciências naturais e das ciências sociais. A evolução dos métodos de pesquisa. O método argumentativo, sua ascensão, queda e renascimento. A epistemologia Kantiana. O método dialético e as contribuições de Hegel e Marx. Principais métodos de pesquisa: dedutivo, indutivo, hipotético-dedutivo, histórico e comparativo. A evolução da ciência na contemporaneidade. Principais tipos de pesquisa: exploratória, descritiva, explicativa. Elementos essenciais em um roteiro de pesquisa (tema, problema, hipótese, referencial teórico e revisão da literatura). Ferramentas, fontes e esquemas de pesquisa. A questão do plágio. O papel do orientador no desenvolvimento da pesquisa. Principais formas de pesquisa (participante, qualitativa, documental, quantitativa). Elaboração do artigo científico e demais trabalhos de conclusão de curso.

 

7) Gestão Social: Setor Público, Privado e Terceiro Setor – 30 horas

Fundamentos da Gestão: conceitos e modelos. Gestão social e seus fundamentos. Processo participativo: nas empresas, na gestão social. Políticas Sociais no contexto da Redemocratização Brasileira. Políticas Sociais no contexto da Reforma do Estado. Gestão Social: relação entre Estado e sociedade civil. O Papel do Gestor Social na Política Social: conquistas e desafios.

 

8) Controle Social nas Políticas Sociais – 30 horas

O controle social nas políticas sociais: promoção da participação popular e a prática do exercício de cidadania na gestão pública. Ação Popular: participação popular no controle sobre os recursos e instituições que gerenciam a sociedade. Concepção de cidadão e cidadania. A constituição de 1988: marco para a otimização da participação da população e a sua representatividade diante das políticas públicas no Brasil. Democracia deliberativa. Concepção de Estado. A descentralização político‑administrativa. Concepção de políticas públicas. Política social: uma forma de política pública e reivindicação nos movimentos sociais e sindicais. Esfera pública e a sociedade no controle social. Espaços públicos de controle social. Controle social e seus instrumentos. Conselhos gestores. Orçamento participativo. Movimentos sociais. Conferências públicas. Análise de políticas públicas. Governança eletrônica: portais de transparência, controle social na mídia. Avaliação de políticas sociais. Avaliação de processos e impactos. Avaliação participativa. Sistema Único de Assistência Social – SUAS: modelo de gestão participativo, para efetivar a assistência social como política pública. Sistemas de informação e suas atribuições.

 

9) Planejamento e Execução de Projetos – 30 horas

Planejamento: história e evolução. Planejamento e suas etapas de elaboração. Sistematização do planejamento. Concepção e diretrizes de: plano, programa, projeto. Planejamento social: da elaboração à avaliação. Definição do objeto de planejamento e análise da realidade do objeto. Planejamento: objetivos e metas. Alternativas de intervenção ou metodologia. Metas. Implantação e execução do planejado: controle ou monitoramento, avaliação, cronograma.

 

10) Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) e Seus Níveis de Competências – 30 horas

A Saúde da Família (ESF) como modelo de atendimento proativo, que investe em ações de promoção, recuperação e prevenção à saúde. Atenção primária à saúde no Brasil (APS). O núcleo de apoio à saúde da família (NASF). Modalidades do NASF. NASF: princípios e diretrizes. A proposta do NASF.O conceito de apoio matricial. A equipe de referência e o apoio matricial. A gestão do processo de trabalho do NASF. Organizações do processo de trabalho nas ações de saúde: indicadores e metas. Ações de saúde: processo de prevenção e cura. O trabalho em equipe: aspectos, atribuições, organização do processo de trabalho, O Projeto Terapêutico Singular (PTS). Projeto de Saúde no Território. Saúde mental. Alimentação e nutrição no NASF (articulações no território). Assistência farmacêutica no NASF. Assistência social (articulações no território). Atenção integral da criança e do adolescente (articulações no território). Saúde integral da pessoa idosa no NASF. Educação Física Articulações no território/Espaços educativos. Fisioterapia: Articulações no território. Implantação do NASF: critérios e passos.

 

11) Políticas Sociais e o Sistema Sócio-Jurídico – 30 horas

O campo sócio – jurídico: área de intervenção profissional vinculada ao universo jurídico dos direitos, para efetivação e acesso dos direitos de cidadania. O Serviço Social: proposta de projeto ético-político, no compromisso da participação na luta por emancipação social e política da sociedade brasileira. Estado, Sociedade e Política Social no Brasil. O estado de direito e o poder judiciário. Neoliberalismo e políticas sociais. A construção do poder judiciário e a justiça assistencial. O Sistema Sócio- jurídico e o Serviço Social. O sistema sócio- jurídico penitenciário e socioeducativo. O acesso à justiça e o programa de mediação de conflitos. Desafios impostos ao Serviço Social na contemporaneidade: incorporação de um projeto ético-político voltado para a construção de uma sociedade igualitária, justa e inclusiva.

 

12) Gestão de Programas Assistenciais – 30 horas

As transformações na área social, a partir da retomada do regime democrático no final da década de 1980. Avanços advindos da implementação do Sistema Único de Assistência Social, (SUAS). SUAS e a participação social. Políticas Públicas: conceitos / formação do Estado Social e afirmação dos direitos sociais. Formas de participação social: conselhos, iniciativa popular, audiência pública, plebiscito, referendo, orçamento participativo, conferências de políticas, organizações não-governamentais, fórum, movimento social, gestão patrimonial, gestão técnico-burocrática, gestão gerencial, gestão democrática-participativa, gestão em rede, planejamento social. Projeto social: tipos de projeto. Evolução histórica da assistência social no Brasil. Programas assistenciais. Concepção de SUAS: organização de uma rede de serviços, ações e benefícios de diferentes complexidades que se reorganizam por níveis de proteção social: Proteção Social Básica e Proteção Social Especial. Programa de Atenção Integral à Família (PAIF). Atenção à pessoa idosa. Benefícios assistenciais. Cadastro único e busca ativa. Bolsa família. Avaliação dos programas assistenciais: uma questão em debate.

 

 

A conclusão do Módulo Disciplinas acontece após a realização da Prova Interdisciplinar.

A Prova Interdisciplinar pode ser agendada a partir do término das 6 (seis) primeiras disciplinas e até o dia da apresentação em banca do Trabalho de Conclusão de Curso. Existe a possibilidade de agendamento da Prova Interdisciplinar para a mesma data do TCC e realiza-los em um único dia.

 

 

MÓDULO PESQUISA

Este módulo orienta o estudante quanto à estrutura, desenvolvimento e apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso, num formato de conhecimento universal, personalizado e sob os fundamentos da ciência específica.
1) Trabalho de Conclusão de Curso – 60 horas.
Cada pós-graduando realizará uma pesquisa que resultará em um artigo científico – escrito em linguagem padrão, contendo entre 12 e 15 laudas -, obedecendo às normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e demais normas estabelecidas pela FAEL para a pesquisa, elaboração, formatação e apresentação.

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é de caráter obrigatório, e passará pelos seguintes procedimentos/fases:

  • Produção do artigo, com aprovação pelo professor orientador que considerará a linha de pesquisa, o tema, a fundamentação e qualidade científica, e a aplicação das normas técnicas exigidas pela Instituição. E,
  • Apresentação do artigo científico perante uma Banca composta por profissionais designados pela Coordenação do Curso.