Matriz Curricular

MÓDULO DISCIPLINAS

1) Mídia, Tecnologia e Aprendizagem – 30 horas

A mídia como recurso para construção de discursos. Mídia e vida humana – implicações e intervenções na natureza humana a partir do aparato tecnológico do Sistema Social da Mídia. Imagens Midiáticas e suas relações sociais. Linguagens midiáticas e suas implicações sobre a formação do sujeito. A mídia como dispositivo pedagógico. Mídia e tecnologia, a ampliação do potencial comunicativo. A mídia e seu potencial de (re)significar objetos. A relação da mídia com a educação, no estabelecimento de contextos complexos para a relação ensino/aprendizagem.

 

2) Fundamentos Filosóficos e Pedagógicos do Ensino Superior – 30 horas
Caracterização da educação superior e suas finalidades. Fundamentos pedagógicos do ensino superior amparados nas tendências progressistas: a libertadora, a libertária e a crítico-social dos conteúdos. Processo formativo na educação superior, priorizando a universidade como espaço por excelência para a produção do conhecimento. Excelência e competência profissional na ação docente. Fundamentos filosóficos da educação superior. A reflexão filosófica e seu papel na formação de educadores e acadêmicos críticos e conscientes de sua condição de produtores de cultura.

 

3) Diversidade e Inclusão Educacional – 30 horas

Multiculturalismo: o enfrentamento da diversidade cultural na escola, compreendendo a constituição da sociedade em sua pluralidade. A diversidade cultural na legislação brasileira. A desconstrução de discursos e conceitos em relação às questões raciais. A escola como espaço para a construção de relações interculturais. O enfrentamento de estereótipos e preconceitos, discriminações e racismos, bem como os processos de inclusão e exclusão social e institucional das pessoas diferentes. Diversidade e currículo e as práticas educativas dos professores. O currículo e sua visão democrática. Estratégias pedagógicas frente à diversidade cultural. A escola e o pluralismo cultural e currículos multiculturais no estabelecimento do respeito às diferenças.

 

4) Teorias do Pensamento Contemporâneo – 30 horas

A natureza do conhecimento e sua evolução. O pensamento e a construção do conhecimento, considerando três elementos essenciais: o sujeito, o objeto, a imagem. Estruturas e formas de conhecimento: empírico, teológico, filosófico e científico. Pensamento científico, da era clássica à moderna. O Racionalismo: a faculdade autônoma do conhecimento, tendo por base “A razão”. Paradigmas do pensamento científico do séc. XX. Fenomenologia: a intencionalidade da consciência humana. O conflito de paradigmas e abordagens contemporâneas. A complexidade humana: limites e desafios culturais.

 

5) A Psicologia do Comportamento Escolar – 30 horas

Compreender comportamentos e indicar possibilidades oferecidas pela psicologia no processo de aprendizagem. A concepção de aprendizagem à luz das teorias da aprendizagem e científica. A Terapia Cognitiva Comportamental (TCC) e sua influência no relacionamento professor-aluno. Gestão de relacionamento e comportamento escolar – relações interpessoais. Inteligência emocional. Comportamento em sala de aula, a questão da indisciplina. Habilidades sociais em sala de aula: relação professor-aluno. Bullying influenciando o comportamento escolar (sua identificação, efeitos, o papel do professor em seu enfrentamento). A separação dos pais e a mudança comportamental das crianças. Os transtornos psiquiátricos/emocionais influenciando o comportamento do aluno na escola. Dificuldades de aprendizagem ocasionadas pela dislexia, discalculia e dispraxia.

 

6) Metodologia da Pesquisa Científica – 30 horas

Conceituação e natureza da pesquisa científica. As formas de conhecimento: ciência, senso comum e ideologias. O método das ciências naturais e das ciências sociais. A evolução dos métodos de pesquisa. O método argumentativo, sua ascensão, queda e renascimento. A epistemologia Kantiana. O método dialético e as contribuições de Hegel e Marx. Principais métodos de pesquisa: dedutivo, indutivo, hipotético-dedutivo, histórico e comparativo. A evolução da ciência na contemporaneidade. Principais tipos de pesquisa: exploratória, descritiva, explicativa. Elementos essenciais em um roteiro de pesquisa (tema, problema, hipótese, referencial teórico e revisão da literatura). Ferramentas, fontes e esquemas de pesquisa. A questão do plágio. O papel do orientador no desenvolvimento da pesquisa. Principais formas de pesquisa (participante, qualitativa, documental, quantitativa). Elaboração do artigo científico e demais trabalhos de conclusão de curso.

 

7) Fundamentos da Libras – 30 horas

Os surdos no mundo. Considerações sobre os surdos. Educação inclusiva. O intérprete de LIBRAS. Escrita de LIBRAS – Signwriting. Os parâmetros da língua de sinais: a dactilologia, a orientação espacial, expressão gestual, a expressão facial e corporal. História da linguagem de sinais. Características próprias das línguas de sinais.

 

8) Básico da Língua de Sinais – 30 horas

Libras, sua importância como primeira língua ao povo surdo. A declaração de Salamanca: direito de educação para todos, em especial ao respeito às peculiaridades das pessoas com necessidades especiais. A importância do intérprete de LIBRAS. A oficialização de LIBRAS pela comunidade surda no Brasil: mudança de paradigmas (da visão clínica-patológica à cultura surda). Numerais.

 

9) Intermediário de Libras – 30 horas

Funções da linguagem. Funções da LIBRAS, Por que “língua” e não “linguagem” de sinais. História da LIBRAS. Estrutura linguística da LIBRAS. Estrutura morfológica da LIBRAS. Formação de palavras em LIBRAS. As classes gramaticais das palavras em LIBRAS: substantivos, verbos, adjetivos, pronomes, numerais, artigos. Tipos de verbos da LIBRAS. Flexão das palavras em LIBRAS. Aspectos semântico das palavras em LIBRAS. Sinais icônicos e sinais arbitrários em LIBRAS.

 

10) Avançado de Libras – 30 horas

Histórico da língua portuguesa. Língua portuguesa e LIBRAS: a educação bilíngue para surdos. Ouvinte X Surdo: um jeito de ser. Literatura surda. Língua portuguesa em LIBRAS: aspectos linguísticos e semânticos. Fonologia em LIBRAS. Estrutura Sintática.

 

11) Deficiência Auditiva/Surdez: Fundamentos e Adequações Metodológicas e Curriculares – 30 horas

Deficiência auditiva: histórico. Educação de surdos no Brasil. Conceituação de deficiência auditiva. Tipos de surdez. Principais tipos de distúrbios auditivos. Causas da deficiência auditiva. O desenvolvimento da linguagem. A linguagem e o pensamento segundo Vygotsky. Piaget e Vygotsky e o desenvolvimento da linguagem. Aparelho auditivo. Benefícios que o aparelho auditivo traz ao usuário. Educação de surdos de acordo com Vygotsky e Skiliar. Processo de construção da alfabetização da criança surda. A declaração de Salamanca e a inclusão dos surdos na escola. Metodologia de trabalho com a criança surda. Avaliação da aprendizagem. Avaliação de texto elaborado pelo aluno surdo.

 

12) Cultura Surda – 30 horas

Conceituação de cultura. O conceito de “ser surdo”. Considerações históricas sobre os surdos. Diferenciação de: “escola para surdos” e “escola de surdos”. Fala X língua de sinais. Conceituação de “cultura surda”. Identidades surdas: políticas, híbridas, flutuantes, embaçadas, de transição, de diáspora, intermediárias. Especificidades das identidades. Construção das identidades. Multiculturalismo: surdos, cultura surda; ouvintes, cultura hegemônica. Realidade escolar, um repensar acerca do currículo. Tecnologias para comunicação e a promoção da acessibilidade Lei 10.098/ 2000). Manifestações culturais dos surdos.

 

 

 

MÓDULO PESQUISA

Este módulo orienta o estudante quanto à estrutura, desenvolvimento e apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso, num formato de conhecimento universal, personalizado e sob os fundamentos da ciência específica.

Trabalho de Conclusão de Curso – 60 horas.
Cada pós-graduando realizará uma pesquisa que resultará em um artigo científico – escrito em linguagem padrão, contendo entre 12 e 15 laudas -, obedecendo às normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e demais normas estabelecidas pela FAEL para a pesquisa, elaboração, formatação e apresentação.

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é de caráter obrigatório, e passará pelos seguintes procedimentos/fases:

  • Produção do artigo, com aprovação pelo professor orientador que considerará a linha de pesquisa, o tema, a fundamentação e qualidade científica, e a aplicação das normas técnicas exigidas pela Instituição.
  • Apresentação do artigo científico perante uma Banca composta por profissionais designados pela Coordenação do Curso.

 

 

CARGA HORÁRIA TOTAL: 420 HORAS