Matriz curricular

1º SEMESTRE
1º PERÍODO BIMESTRAL CARGA HORÁRIA
Teoria Geral da Administração 100
Língua Portuguesa e as Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação 100
2º PERÍODO BIMESTRAL CARGA HORÁRIA
Teoria Econômica 100
Contabilidade Básica 100
TOTAL 400

 

2º SEMESTRE
3º PERÍODO BIMESTRAL CARGA HORÁRIA
Administração de Pessoas 100
Teoria Política 100
4º PERÍODO BIMESTRAL CARGA HORÁRIA
Gestão da Segurança, Saúde e Meio Ambiente 100
Responsabilidade Social e Sustentabilidade 100
TOTAL 400

 

3º SEMESTRE
5º PERÍODO BIMESTRAL CARGA HORÁRIA
Direito Constitucional e Administrativo 100
Gestão de Políticas Públicas 100
6º PERÍODO BIMESTRAL CARGA HORÁRIA
Mídia e Sociedade 100
Gestão de Contratos 100
TOTAL 400

 

4º SEMESTRE
7º PERÍODO BIMESTRAL CARGA HORÁRIA
Estatística Aplicada 100
Gestão da Logística Pública 100
Disciplina Optativa 100
8º PERÍODO BIMESTRAL CARGA HORÁRIA
Finanças, Orçamentos Públicos e Orgão de Controle 100
Gestão de Serviços e Obras Públicas 100
TOTAL 400
Atividades Acadêmicas Científico Culturais – AACC 100
CARGA HORÁRIA TOTAL 1800

 

ATENÇÃO!
A composição da matriz curricular evolui ao longo dos anos para incorporar novos conhecimentos ao curso.
Esta é uma matriz curricular de referência para este curso e a ela estão vinculados grande parte dos alunos. Entretanto, dependendo do ano e período de ingresso, há pequenas diferenças na sequência das disciplinas e, em alguns casos, na composição da matriz propriamente dita.
Cada aluno matriculado poderá obter a matriz curricular exata à qual está vinculado, usando o acesso ao módulo de serviços online do sistema acadêmico e nele acessar o “Histórico Escolar” onde aparecerão todas as disciplinas de seu curso, entre cursadas, em curso e não cursadas.

 

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Cada disciplina é avaliada por um conjunto de provas e atividades, a saber: uma prova discursiva; uma prova objetiva presencial; e três workshops de atividades integradoras, com avaliação.

  1. Será aprovado por média e dispensado do exame final, o aluno que alcançar nota igual ou superior a 6,0, numa escala de 0 a 10, obtida pela soma simples dos resultados de todas as atividades avaliativas.
  2. Será reprovado sem direito de acesso ao exame final, o aluno que alcançar nota inferior a 3,0, considerado o processo descrito no item 1.
  3. Deverá realizar exame final o aluno cuja nota calculada pelo processo descrito no item 1, resultar menor que 6,0 e maior ou igual a 3,0
  4. Será aprovado em exame final o aluno cuja média aritmética obtida entre a nota calculada pelo processo descrito no item 1 e a nota do exame final, for igual ou superior a 5,0
  5. Será reprovado após exame final, o aluno que obtiver média inferior a 5,0